Historiador israelense discute a “questão Palestina” em São Paulo

Illan Pappé, professor do Departamento de História da Universidade de Exeter, no Reino Unido, e ex-professor na Universidade de Haifa, é especialista em História Contemporânea.

Agência Café História

O historiador israelense Ilan Pappé participa no dia 24 de abril de um debate no Teatro Tucarema, no bairro de Perdizes, em São Paulo. O evento faz parte da divulgação de seu livro “A Limpeza Étnica na Palestina”, que acaba de ser publicado no Brasil pela Editora Sundermann. Neste livro, publicado pela primeira vez em 2006, na Inglaterra, Pappé defende o uso do “paradigma da limpeza étnica” ao invés do “paradigma da guerra” como base para a pesquisa acadêmica e debate público sobre 1948, ano da criação do Estado de Israel. Esta tese, porém, também tem uma agenda política: o reconhecimento de uma “limpeza étnica” poderia ser uma forma de pressionar o governo de Israel a devolver territórios aos palestinos.

Ilan-Pappé
Ilan Pappé durante um debate. Foto: Flickr

Nos últimos anos, as posições de Pappé tem provocado uma série de controvérsias. Em 2005, ao comentar o boicote realizado a universidades israelenses ao jornal Haaretz, o historiador disse que “o boicote atingiu a academia porque a academia em Israel optou por ser oficial”. Três anos depois, em 2008, Pappé se mudou para a Grã-Bretanha alegando pressão do Parlamento Knesset e o recebimento de ameaças anônimas. Seu contínuo envolvimento com movimentos de militância pró-Palestina também tem gerado críticas no interior da comunidade historiográfica. Em Bibliografia Comentada sobre o Conflito Árabe-Israelense publicada aqui no Café História, o historiador Leonel Caraciki, atualmente doutorando em Estudos sobre Israel e Sionismo na Ben Gurion University of the Negev, criticou a obra de Pappé, dizendo que esta possuía “distorções de documentos e interpretações pouco honestas sobre o conflito”.

Se você tem interesse no debate ou na temática, o evento que ocorre no próximo mês em São Paulo é uma boa pedida. O Teatro Tucarena, mais conhecido como TUCA, que pertence a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, localiza-se na Rua Monte Alegrem número 1024, no bairro de Perdizes. O debate terá início 19h30. O telefone do teatro é: (11) 3670-8453.

2 Comentário

  1. .
    Trata-se de um evento da maior importância histórica.

    Faço votos, para que tal evento possa ser trazido a alguma dessas mídias de vídeo, com ampla divulgação.

    Abraço ao Café História.

    Sergio Govea
    ============================

  2. Prezados,
    Sou tradutora intérprete de conferência e gostaria de estabelecer um contato com vocês para futuras parcerias. Meu grupo o Catálogo Premium de Intérpretes é um plataforma B2B com intérpretes de excelência em diversos idiomas inclusive os raros, também fazemos tradução escrita. Inclusive,eu poderia fazer a tradução simultânea ou consecutiva do historiador israelense, se desejarem tenho ciência das questões em Israel, inclusive morei lá por um ano em 1986. Cordialmente Adriana Kauffmann

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*