Enciclopédia de guetos e campos de concentração nazistas para download gratuito

Obra apresenta dados detalhados, fontes, referências, imagens e mapas. São anos de pesquisa reunidos em mais de 4 mil páginas. Os interessados podem baixar os dois volumes do site do Memorial Museu do Holocausto dos EUA.

2

O Mandel Center, do Memorial Museu do Holocausto dos EUA (USHMM, na sigla em inglês), em parceria com a editora da Universidade de Indiana, disponibilizou os dois primeiros volumes da coleção Encyclopedia of Camps and Ghettos, 1933-1945, referência internacional no campo dos Estudos do Holocausto. São aproximadamente 4 mil páginas disponibilizadas em 4 pdfs.

Capa do livro sobre guetos e campos de concentração nazistas
Capa dos dois volumes da Enciclopédia de guetos e campos de concentração do Museu do Holocausto de Washington.

A obra traz a descrição detalhada dos 20 mil campos e guetos criados pelos nazistas ou por seus aliados – da Noruega ao norte da África, da França à Rússia. A enciclopédia será composta por 7 volumes que serão lançados até 2025. O prefácio institucional do volume I explica o objetivo da coleção: “Quantos campos e guetos existiram? Quem os administrava? Quem foram suas vítimas? Quanto tempo durou a operacionalização de vários campos e guetos, e qual o propósito específico de cada? Quem lucrou com eles? Onde se pode consultar arquivos e outras fontes de pesquisa sobre determinado campo ou gueto?” [1]

Como está dividida a Enciclopédia

A enciclopédia traz testemunhos, mapas, fontes e fotos, além das respostas para as perguntas acima em cada entrada. No entanto, tudo está em inglês, ainda sem tradução para o português. Confira abaixo o que fazer para fazer o download (gratuito) de cada volume: 

Volume I: traz a descrição dos campos mais antigos, dos maiores campos de concentração da SS e seus subcampos – como como o complexo de Auschwitz; os campos especiais da Polônia e da Alemanha e campos para juventude.  Disponível para download mediante cadastro aqui.

Volume II: Trata dos guetos da Europa oriental ocupada pelos nazistas, tais como territórios Estônia, Letônia, Lituânia, região da Criméia, Ucrânia e territórios russos ocupados. Disponível para download mediante cadastro aqui.

Volume III: Trata dos campos e guetos administrados pelos estados europeus “afiliados” ao nazismo, tais como Croácia, Hungria, Itália, Romênia, Bulgária, Eslováquia e a França de Vichy. Inclui também territórios no norte da África. Data de lançamento ainda não anunciada.

Volume IV: Abordará os campos e outras instalações de detenção militares da Alemanha. Data de lançamento ainda não anunciada.

Volume V: Abordará os campos subordinados ao SS-Reich Main Office e ao Higher SS e líderes policiais. Data de lançamento ainda não anunciada.

Volume VI: Abordará os campos de trabalho forçado não subordinados a SS, como o complexo REIMAHG. Data de lançamento ainda não anunciada.

Volume VII: Abordará outras instalações de detenção e extermínio, como os campos de germanização para crianças polonesas e os centros de eutanásia. Data de lançamento ainda não anunciada.

Enquanto estive navegando, confira também as publicações disponíveis gratuitamente sobre o genocídio na Armênia e sobre a questão dos refugiados, ambas somente em inglês.

Notas

[1] Este prefácio que chamamos de institucional é assinado por Paul A. Shapiro, diretor do Centro de Estudos Avançados sobre o Holocausto do USHMM; Alvin H. Rosenfeld, conselheiro do Comitê Acadêmico do Conselho do Memorial do Holocausto; e Sara J. Bloomfield, diretora do USHMM. Há também outro prefácio – “foreword” – no volume I assinado por Elie Wiesel, que faleceu no ano passado e foi escritor vencedor do Prêmio Nobel na categoria e professor dos Departamentos de Filosofia e de Religião da Universidade de Boston.

Ana Paula Tavares

Subeditora do Café História. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais da Fundação Getúlio Vargas (PPHPBC/FGV) , bolsista CNPq. Possui graduação em Comunicação Social – habilitação jornalismo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (2006). É formada em teatro pela Casa de Artes de Laranjeiras – CAL (2010). Estuda História Intelectual, Imprensa, Mediação Cultural na trajetória da jornalista Yvonne Jean.

2 Comments

  1. Obra monumental há muito aguardada por todos os interessados no holocausto (shoakh). Esperarei até que todos os volumes estejam disponíveis.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.