O elogio que Nelson Pereira dos Santos recebeu de Stanley Kubrick em 1980

Cineasta brasileiro falecido ontem foi elogiado por Kubrick por dirigir a versão brasileira dublada do filme “O Iluminado”.

Bruno Leal | Agência Café História

Filmes como “Rio 40 graus” (1955) e “Como era gostoso o meu francês” (1971), fizeram o cineasta Nelson Pereira dos Santos, falecido ontem aos 89 anos, ser cultuado não só no Brasil, como também no exterior. Mas não foi apenas o trabalho como diretor de filmes que rendeu ao brasileiro tamanho reconhecimento fora do país. Em 1980, Santos foi elogiado por ninguém menos do que o cineasta norte-americano Stanley Kubrick (1928-1999) por seu trabalho de direção da versão brasileira dublada do filme “O Iluminado”.

Nelson Pereira dos Santos (1928-2018). Foto: IMDB.

Atento aos mínimos detalhes de sua obra, Kubrick preocupava-se em escolher pessoalmente os diretores para trabalharem nas versões internacionais de seus filmes. Naquele ano, o cineasta, conhecedor do cinema brasileiro, escolheu Santos, que à época lecionava nos Estados Unidos, para ser o diretor da versão brasileira dublada de “O Iluminado”, filme que logo se tornaria um dos seus maiores sucessos de público e crítica.

– Falávamo-nos por telefone, e ele me proibiu de aliviar os palavrões e palavras fortes na dublagem. Kubrick sabia que o texto tinha uma força única, que deveria ser preservada se vertida a outras línguas. E, embora ele tivesse fama de severo, comigo sempre foi um cavalheiro – lembrou Santos em entrevista para a imprensa muitos anos depois.

Na época do lançamento do filme nos cinemas brasileiros, Kubrick enviou um telex ao Brasil elogiando o trabalho de Santos. Na mensagem, ele destaca que, dentre as versões dubladas que estavam sendo produzidas – em italiano, francês, espanhol, alemão e português – a versão brasileira talvez fosse a melhor. O elogioso documento repercutiu em diversos jornais do período, como o Jornal do Brasil e O Globo.

O blog “Dias de Cinefilia”, que faz parte da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos (SBBC), publicou uma tradução deste telex em sua página no Facebook. No documento, Kubrick classifica o trabalho de Santos como “brilhante”. Endereçado a Albert Salem, então diretor da Warner Bros no Brasil, pode-se ler nele:

– No Brasil, tive sorte de conseguir que o Sr. Nelson Pereira dos Santos, cujos filmes admiro imensamente, aceitasse essa responsabilidade, e alegro-me dizer que ele fez um trabalho maravilhoso, talvez a melhor versão dublada dos cinco países mencionados. Ele captou cada nuance do desempenho e ficarei igualmente feliz que se veja o filme tanto na versão dublada como na versão original com legendas.


Como citar essa notícia

CARVALHO, Bruno Leal Pastor de. O elogio que Nelson Pereira dos Santos recebeu de Stanley Kubrick em 1980 (notícia).  In: Café História – história feita com cliques. Disponível em: https://www.cafehistoria.com.br/kubrick-e-santos/‎. Publicado em: 22 abr. 2018. Acesso: [informar data]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*