Roteiro de aula sobre memória da Primeira Guerra Mundial para download gratuito

Roteiro pode ser replicado em sala de aula por professores(as) de História do Ensino Médio. Professor(a) de Inglês também pode participar de atividade.

Por Bruno Leal | Agência Café História

“Ninguém foi trabalhar. Era uma manhã sombria. Havia algo no ar. ‘Alguma coisa está para acontecer’, alguém comentou. De repente, disseram que a guerra tinha chegado ao fim. Todos ficaram loucos”. As palavras são de Dennis Barker, um dos muitos britânicos que foram para as ruas de Londres celebrar o fim da Primeira Guerra Mundial no dia 9 de novembro de 1918. O relato completo que Barcker faz sobre o chamado “Dia do Armistício” é parte do excelente roteiro de aula Como a Primeira Guerra Mundial é relembrada?, criado por Katherine Alston, do grupo Imperial War Museums, da Grã-Bretanha. O roteiro de Alston, que acaba de ser disponibilizado no site da instituição para download gratuito, é voltado especialmente para professores de História do Ensino Médio.

Canhão da Primeira Guerra Mundial
Canhão alemão 13.5cm capturado e exibido em Londres. Fonte: Departamento de Fotografia do Imperial War Museum, Q31243. Nicholls, Horace (Fotógrafo)

Como o título sugere, o roteiro foca nos diferentes processos de construção de memória da Primeira Guerra Mundial. Além do relato de Dennis Barker, ele inclui fotos, vídeos, áudios, fontes primárias e uma apresentação de Power Point. O roteiro é dividido em seis etapas, cada qual representado por uma grande pergunta norteadora: 1. Como as pessoas se lembram do fim da Primeira Guerra Mundial?; 2. Como as comunidades locais se lembram daqueles que morreram na Primeira Guerra Mundial?; 3. Como os museus ajudam a lembrar a Primeira Guerra Mundial?; 4. Como a Primeira Guerra Mundial é lembrada nas casas das pessoas?; 5. Como as pinturas têm sido utilizadas para lembrar a Primeira Guerra Mundial?; 6. Quais souvenirs da Primeira Guerra Mundial foram guardados para se lembrar a Primeira Guerra Mundial?

Roteiro possui material diversificado

Cada etapa do roteiro possui um material diferente. Na primeira, por exemplo, dedicado à memória das pessoas da época, encontramos o relato de Barker que, naquele novembro de 1918, tinha acabado de deixar a escola e trabalhava como mensageiro. Na quinta momento, dedicado à produção artística, temos um quadro à óleo chamado Gassed, feito por John Singer Sargent (1856-1925), contratado pelo Governo Britânico para pintar uma cena do Hall of Remembrance ou Hall da Lembrança, uma série de pinturas e esculturas encomendadas, em 1918, pelo Comitê Britânico de Memoriais de Guerra do Ministério Britânico da Informação. Painel monumental, Gassed retrata o momento posterior de uma tropa atacada com gás mostrada rumo a um posto de limpeza.

Atividade pode envolver professor(a) de inglês

O material disponibilizado pelo grupo Imperial War Museums está todo em inglês. Se o professor ou professora de História interessado em aplicar a proposta tiver nível intermediário da língua, poderá traduzi-lo sem problemas. Não havendo essa autonomia, uma solução é convidar o(a) professor(a) de inglês para uma atividade interdisciplinar. Esta opção, por sinal, é uma ótima forma de explorar todo o potencial do roteiro.

A organização Imperial War Museums

Imperial War Museums é uma entidade britânica subvencionada pelo governo, mas que também conta com financiamento da iniciativa privada. É responsável por gerenciar vários museus dedicado às guerras nas quais o Império Britânico esteve envolvido. O principal desses museus, o Imperial War Museum, localizado em Londres, foi fundado em 1917. Ele e seus museus-irmãos reúnem milhares de artefatos como veículos militares, armas de todos os tipos, aviões de combate, livros, fotografias, documentos, vestuário e uma coleção de arte do século XX e de séculos anteriores dedicada à guerra. Além da rica museografia, o museu também produz e disponibiliza materiais – sobretudo roteiros de aula – voltados para professores.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*