Documentos dos Arquivos Parlamentares da Revolução Francesa para download

Estão disponíveis gratuitamente 15 tomos da primeira série de documentos do período 1787-1799.

A Biblioteca Interuniversitária de Sorbonne (BIS) e o Instituto de História da Revolução Francesa (IHRF) deram início ao projeto de digitalização e disponibilização gratuita dos Arquivos Parlamentares da Revolução Francesa. Os primeiros documentos já estão no portal Persée. Para começar, serão digitalizados os 102 volumes já publicados em livro. São mais de 80.000 páginas às quais serão adicionados os volumes futuros.

Abertura dos Estados Gerais em Versalhes, 5 de maio de 1789, Auguste Couder, 1839, Museu da História da França (Versailles).

O projeto levará alguns anos para ser concluído. Ele dá continuidade a esforços anteriores de disponibilização destes documentos para consulta pública, que começaram em 1862. Nesta época, o material foi dividido em duas séries por período: 1787-1799 e 1800-1860. O projeto, no entanto, parou com a Primeira Guerra Mundial e só foi retomado em 1956 pela editora CNRS, porém não foi concluído.

Vantagens da publicação online

A principal vantagem desta nova proposta é, sem dúvida, a incorporação das facilidades que nos trazem as ferramentas digitais. Os documentos são divididos em partes menores para facilitar as pesquisas e a visualização. Eles podem ser acessados em pdf, mas também em texto digitado, o que facilita a cópia de trechos para citação em pesquisas utilizando ctrl-C/ctrl-V.

A ferramenta mais interessante, no entanto, é a pesquisa por “autores”. Todos as pessoas cujos nomes aparecem em negrito no texto dos Arquivos Parlamentares estão listados no Índice dos Autores. Ao clicar no nome, o usuário vai para a página com os links exatos dos trechos onde estão os discursos da pessoa pesquisada, bem pode verificar a lista de discussões em que esta pessoa participou, com os nomes de seus vários interlocutores.

Instituições envolvidas com o projeto

A digitalização dos Arquivos Parlamentares é resultado de muito trabalho e troca em diversas instituições. IRHF e BIS trabalharam no sentido de identificar os diferentes tipos de documentos que compõem o Arquivo, para a BIS indexá-los de acordo. A digitalização com OCR foi realizada pela Universidade de Stanford (EUA) permitindo pesquisar o corpo do texto com palavras-chave, por exemplo, ainda que a tecnologia não esteja livre de falhas. O projeto contou ainda com o apoio da editora CNRS, que detém direitos de publicação dos documentos mais recentes e autorizou a disponibilização online gratuita.

“Decreto da Assembléia Nacional [sic] que suprime as ordens religiosas e religiosas. Terça-feira, 16 de fevereiro de 1790. Que este dia seja feliz, minhas irmãs. Sim, os doces nomes de mãe e esposa são muito melhores do que freiras, dá a você todos os direitos da natureza e da nossa.” Caricatura anônima de 1790.
Sistema utilizado no projeto é o mesmo que é utilizado atualmente pela famosa Revista dos Annales.

O material está disponível no portal Persée (http://www.persee.fr/collection/arcpa)no original em francês. A navegação em inglês oferecida pelo site é bastante deficiente.

Para quem domina o Francês, no entanto, vale a pena aproveitar e pesquisar no banco de dados do portal. Criado pelo Ministério da Educação Nacional da França em 2005, o Persée oferece acesso livre e aberto a coleções completas de documentos digitalizados – o mais antigo é de 1840 – e de publicações científicas.


Como citar esta notícia

TAVARES, Ana Paula.  Documentos dos Arquivos Parlamentares da Revolução Francesa para download. In: Café História – história feita com cliques. Disponível em: https://www.cafehistoria.com.br/revolucao-francesa-download/. Publicado em: 22 mar. 2018. Acesso: [informar data].

1 Comentário

  1. Lamentavelmente não falo e nem leio francês.Mas pensando se no futuro fizerem o mesmo com nossa história, o discurso de cada parlamentar que contribuíram com o golpe.Que vergonha!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*