Morre o renomado historiador Georg Iggers

Falecimento ocorreu no último domingo. Destaque no campo da teoria e da historiografia, ele estava com 90 anos de idade.

Bruno Leal | Agência Café História

De acordo com o The Buffalo News, Iggers faleceu em Canterbury Woods, Amherst, Buffalo, Estados Unidos, no último dia 26, em decorrência de uma hemorragia cerebral. Ele estava com 90 anos de idade. Deixou três filhos, quatro netos e três bisnetos.

Nascido em 7 de dezembro de 1926, em Hamburgo, Iggers e sua família deixaram a Alemanha rumo aos Estados Unidos em 1938 devido a escalda da violência antissemita nazista. No novo país, Iggers continuou seus estudos e construiu uma carreira sólida e reconhecida internacionalmente no meio acadêmico de História, desenvolvendo trabalhos no campo da História Intelectual, da História Modena, da História Contemporânea e, principalmente, da Historiografia e da Teoria da História.

Iggers fez carreria nos Estados Unidos. Foto: The Buffalo News.

Professor Emérito da Universidade de Buffalo, Iggers fez parte de uma geração que acadêmicos nos Estados Unidos que tiveram um papel de destaque na revisão crítica da História da Alemanha. Recebeu diversos prêmios ao longo da carreira, entre os quais a Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha e o Prêmio Humboldt, apenas para citar alguns. É autor de diversos livros, entre os quais destacamos: “The German Conception of Hitory” e “New Directions in European Historiography”, entre outros. Em 2002, escreveu uma autobiografia com a sua esposa, Wilma Iggers, professora emérita de línguas modernas na College Canisius, intitulada “Two Lives in Uncertain Times: Facing the Challenges of the 20th Century as Scholars and Citizens”, traduzida para o alemão, o espanhol, o tcheco e o chinês. Para ler um artigo do autor em português, publicado na revista História da Historiografia, clique aqui.

Além da vida acadêmica, Iggers engajou-se em diversas ações e movimentos de ativismo pelos direitos civis ao longo da vida. Foi membro da National Association for the Advancement of Colored People (Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor) e durante a Guerra do Vietnã orientou centenas de “objetores de consciência”, isto é, soldados que por motivos religiosos ou morais recusavam-se a lutar.


Como citar esta notícia

CARVALHO, Bruno Leal Pastor de. Morre o renomado historiador Georg G. Iggers (Notícia). In: Café História – história feita com cliques. Disponível em: https://www.cafehistoria.com.br/morre-georg-iggers/. Publicado em: 29 nov. 2017. Acesso: [informar data].

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*