Quilombo dos Palmares ganha banco de dados online

Palmares foi o maior e o mais duradouro assentamento de fugitivos da história da escravidão no Brasil.

Palmares foi o maior e o mais importante quilombo do Brasil colonial, para onde afluíram incontáveis africanos escravizados que conseguiram se libertar de seus senhores. A partir de agora, essa importante história de resistência à escravidão poderá ser conhecida melhor com o projeto “Documenta Palmares”, um banco de dados online sobre o popular quilombo localizado na antiga província de Pernambuco.

O projeto é coordenado pela historiadora Silvia Lara, professora da Unicamp. Ele reúne mapas, obras e diversas documentos, distribuídos por arquivos e bibliotecas de todo o país. É possível encontrar atestados, alvarás, apostilas, assentos, cartas, decretos, ofícios, leis e muito mais. O acesso é gratuito.

Lara também acaba de lançar o livro “Guerra contra Palmares – o manuscrito de 1768” (Chão Editor, 2021), que organiza com Phablo Roberto Marchis Fachin. Unindo filologia e história, o livro analisa o contexto em que o documento foi escrito, fundamenta a atribuição de sua autoria ao padre Antônio da Silva, e discute como esse texto foi lido e interpretado pelos historiadores nos séculos XIX e XX.

Bruno Leal

Fundador e editor do Café História. É professor adjunto de História Contemporânea do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB). Doutor em História Social. Tem pós-doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisa História Pública, História Digital e Divulgação Científica. Também desenvolve pesquisas sobre crimes nazistas e justiça no pós-guerra.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.