/

Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021

Esses são alguns dos livros que recebemos das editoras ou dos autores nas últimas semanas. Há coletânias sobre a Era Vargas, o novo livro do historiador Jurandir Malerba, o jovem Churchill e muito mais.

1
Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 1
As comemorações do Sesquicentenário da Independência do Brasil, ocorridas entre 21 de abril e 7 de setembro de 1972, contou com mais de 50 eventos, entre os quais a Olimpíada do Exército, a Taça Independência e a Corrida do Fogo Simbólico da Pátria. Neste livro, o historiador Bruno Duarte Rei analisa as relações estabelecidas entre esporte e política no contexto das festividades do Sesquicentenário, e discute como, no âmbito das comemorações, o esporte estabeleceu quadros de diálogo com o projeto de propaganda política em voga no país – e mais especificamente, como o esporte se constituiu em um mecanismo de reafirmação de um consenso social estabelecido em torno da ditadura militar.

Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 2
Lançado em 1850, “História e descrição” é testemunho fascinante de como os médicos do período enfrentaram uma doença que não sabiam como se propagava e para a qual não conheciam tratamento eficaz. A cidade tinha uma estrutura de atendimento insuficiente, nem mesmo conseguia enterrar os seus mortos no ritmo imposto pela peste. Foram proibidos os enterramentos nas igrejas, porém, a população resistia aos cemitérios. Era o caos em meio ao sofrimento. Em 2020, a circulação máxima de mercadorias e de pessoas, assim como o seu corolário virtual, a comunicação instantânea sem fronteiras, lançou o planeta inteiro num pesadelo distópico. Por um tempo, tudo parecia parado ou prestes a parar.
Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 3
O livro reúne textos de nove diferentes pesquisadores e tem por objetivo ampliar as reflexões sobre os governos de Getúlio Vargas, enfocando especialmente as dimensões locais, regionais e interamericanas. Os quatro primeiros artigos tratam de temas de história regional: Pará, Pernambuco, Minas Gerais e Paraíba, e os seguintes estudam distintos aspectos das relações interamericanas, algumas vezes com surpreendente entrelaçamento com acontecimentos regionais, vindo a contribuir para o alargamento da historiografia do período. Leitura indispensável sobre o período.

Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 4
Passados 90 anos da chegada de Getúlio Vargas ao poder, em 1930, é inegável a significativa importância de seus governos provisório (1930-1934), constitucional (1934-1937), ditatorial (1937-1945) e democrático (1951-1954) como marcos para uma série de transformações políticas, econômicas, sociais e culturais na História do Brasil. Governo Vargas: um projeto de nação reúne uma série de trabalhos de diversos pesquisadores com o objetivo de ampliar as reflexões sobre os governos de Vargas, apresentando ao leitor um amplo panorama deste importante momento de nossa história.
Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 5
Apesar de sempre ter dividido opiniões, mesmo entre seus patrícios e durante sua vida, Winston Churchill é indubitavelmente uma das maiores figuras históricas do século XX.Nesta autobiografia, Churchill rememora a infância, os estudos, os anos como correspondente na África do Sul durante a Guerra dos Bôeres e as incursões políticas como membro do Parlamento. A obra não apenas apresenta os anos de formação de um líder singular, mas, como o próprio Churchill coloca, é o “panorama de uma época extinta”.

Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 6
Este livro trata da história dos planos, ideias, sistemas e projetos para o Brasil formulados pelas capas dominantes e dirigentes da administração portuguesa nas décadas que precedem a independência brasileira. Numa escrita dinâmica e fluida, e ao mesmo tempo consistente, Malerba analisa, interpreta e confere sentido a eventos, estruturas e visões de mundo de toda uma época. Ao longo da obra, alguns personagens ganham protagonismo na composição do enredo, restituídos na complexidade de suas ideias e ações.
Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 7
A história mostra que a brasileira sempre procurou se reinventar, achar um espaço, resistir. Este livro traz um ineditismo ao focar nessas vozes, apresentando a história da mulher brasileira 1500 a 2000. Das indígenas que os portugueses encontraram por aqui às afrodescendentes; daquelas que pegaram na enxada e viveram nos campos e cafezais às que trabalhavam na casa-grande como escravas, empregadas e amas de leite; das operárias e trabalhadoras às artistas de rádio, cinema e televisão; de Cláudia Lessin Rodrigues e Aída Curi à Daniella Perez e Marielle Franco; das feministas às homossexuais e integrantes do movimento LGBTQI+. Todas resistiram – e Mary del Priore apresenta suas vozes e como aprender com o exemplo delas.

Confira os livros de história que são destaques em fevereiro de 2021 8
Seis décadas depois da morte de Getúlio Vargas, historiadores e outros cientistas sociais pesquisam incansável, contínua e ininterruptamente os dois governos do grande estadista, procurando desvendar os copiosos acontecimentos daquele tempo intensíssimo da história brasileira. E isso se faz não só no Brasil como também no estrangeiro pelos brasilianistas, pois novos documentos e fontes se revelam a cada dia, propiciando aprofundar o que já se sabia ou resultando alumbrar nichos históricos que persistiam obscuros. Da mesma forma, o prosseguimento dos estudos do tempo de Vargas tem se beneficiado do contínuo aperfeiçoamento teórico-metodológico. É o caso deste livro, uma obra coletiva, que se debruça sobre temas inéditos.

Bruno Leal

Fundador e editor do Café História. É professor adjunto de História Contemporânea do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB). Doutor em História Social. Tem pós-doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisa História Pública, História Digital e Divulgação Científica. Também desenvolve pesquisas sobre crimes nazistas e justiça no pós-guerra.

1 Comment

  1. Cada vez que leio textos/comentários no Café História, sinto-me orgulhoso por ser historiador. Aproveito para também manifestar minha admiração a todos, pois os comentários no Café História são sempre respeitosos. Por fim, o Café História presta relevante serviço aos historiadores, atualizando-os em vista de poderem prestar serviço de qualidade à sociedade mediante a nobre profissão de historiador.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.