Colombo submerso no 4 de julho

Colombo submerso no 4 de julho 1

O carnaval e a peste

Uma amiga que trabalha no periódico científico “História, Ciências, Saúde- Manguinhos”, da Fiocruz, me disse que um antigo artigo da revista, publicado em 2006, está bombando de acessos nos últimos dias. O artigo se chama “O Carnaval, a peste e a ‘espanhola”, de Ricardo Augusto dos Santos, Pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz. Em um dos trechos do artigo, o pesquisador diz uma frase com a qual muitos de nós, hoje, certamente nos identificamos: “Talvez a maior semelhança entre as epidemias seja a quebra das normas sociais de convivência e sociabilidade. Os processos são rápidos e, de uma hora para outra, a vida é suspensa.” Santos também analisa imagens do carnaval de 1919, o primeiro após a “Gripe de 18”. Muita gente anda dizendo que o carnaval de 2021 será parecido com esse. Será?

Superou a guerra e a Covid-19

O RJTV1 da última sexta-feira, 3 de julho, mostrou o caso emocionante de uma enfermeira italiana, Giusepinna Nerozzi de Souza, que fugiu de casa para servir na Europa durante a Segunda Guerra Mundial. Ela foi atingida pelo estilhaço de uma bomba em Viena, mas se recuperou, e pouco tempo depois se casou com o brasileiro José Elivário de Souza, que na época prestava serviços na Cruz Vermelha. Aos 94 anos Giusepinna, que mora há décadas no Rio de Janeiro, pegou a Covid-19 e teve que ser entubada. Depois de 10 dias, ela teve alta do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, o Hospital do Fundão, na Zona Norte do Rio.

O meme da Anpuh

No dia primeiro de julho, a Associação Nacional de História, a Anpuh, publicou em sua conta no Facebook um meme que visava, segundo a associação, levantar o debate sobre o ensino a distância durante a pandemia. Professores e estudantes, de diferentes segmentos, não gostaram. Muitos sentiram-se desrespeitados por uma visão estereotipados do meme. Na noite deste sábado, a direção da entidade reconheceu o erro e publicou um pedido de desculpas. O post com o meme também foi apagado. A atual gestão da Anpuh tem se esforçado bastante para tornar a entidade mais visível e atuante na esfera pública, reconhecendo, assim, o lugar central das mídias digitais e da História Pública. Porém, fazer isso é bem difícil. É um processo que realmente envolve muitos muitos erros e acertos.

Colombo submerso no 4 de julho

Neste sábado, enquanto grande parte dos Estados Unidos comemorava o feriado de 4 de julho, que marca a independência do país, manifestantes em Baltimore derrubaram uma estátua de Cristóvão Colombo e a jogaram no Inner Harbor, uma baía que cerca a cidade, informou a WBAL, afiliada da CNN. Estima-se que havia pelo menos 300 pessoas reunidas no local. Nas últimas semanas, uma série de monumentos associados a escravidão e ao colonialismo foram derrubados em todo mundo. O Café História publicou uma matéria a respeito do tema.

“Notas de Rodapé” é a coluna de Bruno Leal, editor do Café História. Aqui você vai encontrar notícias rápidas, informações sobre eventos, lançamentos de livros, reflexões sobre a presença da história no tempo presente, sugestões de filmes, pensamentos sobre o ofício do historiador e muitas outras coisas legais que esse divulgador científico for encontrando pelo meio do caminho. Tem alguma pauta? Escreva para a coluna.

Leia outras edições do Notas de Rodapé

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*