Detalhe de livro sobre folclore de Olexa Novakivskyj. Imagem: reprodução.

Uma biblioteca digital com milhares de documentos sobre a história da Ucrânia

Criado pela Biblioteca Nacional da Ucrânia, Ukrainica permite conhecer um pouco mais sobre a cultura e a história do país, tem atraído a atenção mundial devido à guerra com a Rússia.

A Biblioteca Nacional da Ucrânia tem um vasto projeto de digitalização de documentos históricos, o Ukrainica. Com milhares de documentos já digitalizados e online, essa biblioteca eletrônica ajuda a contar a história do país europeu, que atravessa um dos momentos mais difíceis de sua história.

O objetivo do projeto é acumular obras em formato digital em todas as línguas, independentemente do local de publicação, sobre o povo ucraniano, o território da Ucrânia e sobre todos os povos que viveram ou vivem neste território.

O acervo da Ukrainica reúne todos os tipos de fontes arquivadas, manuscritas e impressas referentes à história, cultura, política, literatura e economia. Possui livros, mapas, livros do censo regional, um incrível acervo de contos populares e folclóricos do século XIX, biografias de personalidades, obras de arte, correspondências, memórias e diversas informações divididas por área.

Com tradução automática, o site se torna acessível a dezenas de línguas, inclusive o português. Até o momento, não se saber se a Biblioteca Nacional da Ucrânia sofreu algum tipo de dano. No site da Ukrainica existe apenas um recado da administração, informando que, devido à imposição da lei marcial em todo o país, a biblioteca não está atendendo leitores e leitoras.

Bruno Leal

Fundador e editor do Café História. É professor adjunto de História Contemporânea do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB). Doutor em História Social. Tem pós-doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisa História Pública, História Digital e Divulgação Científica. Também desenvolve pesquisas sobre crimes nazistas e justiça no pós-guerra.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.