Em livro gratuito, historiadores examinam epidemias ao longo da história

A retomada das universidades 

Duas das 10 maiores universidades brasileiras, a UnB e a UFRJ, anunciaram esta semana a retomada remota de suas atividades de ensino. A primeira volta às aulas no dia 17 de agosto e a segunda no dia 13 de agosto (com exceção do curso de Medicina, que retorna já no dia 27 de julho). A UFRJ disse que vai distribuir kits de acesso internet aos alunos que não possuem o recurso em casa; a UnB deve fazer o mesmo. Essa retomada vai dar certo? Não sabemos ao certo, mas a universidade está tentando minimizar os prejuízos causados pela pandemia – e pelo que posso ver de meus colegas na UnB, estamos todos realmente muito empenhados em fazer isso da maneira mais respeitosa, responsável e democrática possível. 

Livro gratuito

Meu colega da Universidade Federal Fluminense, o historiador Luis Fernando Saraiva, ao lado de outros dois pesquisadores, Rita de Cássia da Silva Almico e James William Goodwin Jr., acaba de lançar o livro “Na saúde e na doença – história, crises e epidemia”, pela editora Hucitec. A obra traz artigos de diversos autores, muitos dos quais historiadores e historiadoras, que refletem sobre a pandemia do novo coronavírus e outras epidemias da história. Para fazer download gratuito (e legal) da obra, clique aqui.

Movimento antimáscara

O pesquisador Matt Panfil faz uma reflexão interessante em seu perfil no Facebook: “A pandemia de gripe de 1918-1920 ocorreu em três grandes ondas. Na primeira onda nos EUA, o vírus se mostrou fraco e os americanos ficaram inquietos para reabrir os negócios e retomar a vida social. Havia um movimento crescente para parar de usar máscaras, que se tornara onipresente – tanto que a Liga Anti-Máscara de 1919 foi formada, organizando protestos contra a lei de saúde púbica, vista pelo movimento como violadora da liberdade. Pois o vírus voltou vingativo no outono e foi muito mais mortífero do que a primeira onda, matando mais de 675.000 americanos e até 100 dos 500 milhões infectados em todo o mundo. Isso aconteceu antes da vacinação em massa, antes do microscópio eletrônico; essa é a tragédia da imunidade do rebanho e da teimosa ignorância. Os vírus não são políticos; eles não se importam com suas teorias, especulações ou projeções. Eles são parasitas impensados, apenas querendo replicar e usar seu corpo como hospedeiro. Use máscara.”

Em livro gratuito, historiadores examinam epidemias ao longo da história 1
Convocação do movimento anti-máscara nos Estados Unidos.

“Notas de Rodapé” é a coluna de Bruno Leal, editor do Café História. Aqui você encontra notícias curtas, informações sobre eventos, dicas de livros, reflexões sobre a presença da história no tempo presente, sugestões de filmes, pensamentos sobre o ofício do historiador e muitas outras coisas legais que esse divulgador científico for encontrando pelo meio do caminho. Tem alguma pauta? Escreva para a coluna.

Leia outras edições do Notas de Rodapé

8 Comentário

  1. A notícia do retorno às atividades acadêmicas é algo muito satisfatório por parte desta importante página. Com a mesma trazendo uma excelente obra com acessó gratuito, então. Só alegria. Muito Obrigado. Gratidão.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*