Historiadora brasileira é finalista em prêmio internacional

1 min
Historiadora brasileira é finalista em prêmio internacional 1

Historiadora brasileira é finalista em prêmio internacional 

O livro da historiadora Keila Grinberg, professora do Departamento de História da Unirio, “Keila Grinberg’s book “A Black Jurist in a Slave Society: Antonio Pereira Rebouças and the Trials of Brazilian Citizenship” ” (University of North Carolina Press) está entre os finalistas do Prêmio Frederick Douglass 2020

Intelectuais e Oriente Médio

Mais livro nos destaques de hoje. Lançado neste mês pela Editora Appris, “Paris – Palestina: intelectuais, islã e política no Monde Diplomatique (2001-2015)” levanta discussões acerca da atividade intelectual de jornalistas e historiadores. A obra analisa posicionamentos dos intelectuais do periódico francês diante de questões relativas ao Oriente Médio, como o conflito Israel – Palestina, os atentados de Nova York (2001) e de Paris (2015) e a Primavera Árabe.  Este é o terceiro livro da pesquisadora Juliana Sayuri sobre Le Monde Diplomatique. 

Historiadora brasileira é finalista em prêmio internacional 2

Bruno Leal

Fundador e editor do Café História. É professor adjunto de História Contemporânea do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB). Doutor em História Social (UFRJ, 2015). Foi professor do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tem pós-doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisa História Pública, História Digital e Divulgação Científica. Também desenvolve pesquisas sobre crimes nazistas e justiça no pós-guerra, com especial ênfase no destino dos criminosos nazistas. Foi cocoordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos e Árabes da UFRJ, o NIEJ entre 2011 e 2018. É membro da Rede Brasileira de História Pública e da Associação das Humanidades Digitais.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.