Ensino de história da África e dos índios é tema de curso a distância da Unicamp

Curso é voltado para professores de história que atuam nos ensinos fundamental e médio.

Bruno Leal | Agência Café História

A Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) está com inscrições abertas para o seu novo curso de extensão: “História da África e História dos Índios em Sala de Aula”. A proposta do curso é oferecer novos materiais de estudos aos professores de história do Ensino Básico. Além disso, o curso segue o princípio prático de imediata aplicabilidade em sala de aula, procurando habilitar o professor cursista a utilizar materiais relevantes e atraentes para abordar estes temas, sem recorrer a estratégias tradicionais ou folclorizantes, ampliando assim a percepção histórica e a cidadania de seus respectivos alunos.

– O curso foi pensado para professores, com formação em história ou não, e conta com materiais para sala de aula, imagens, textos e aulas gravadas por especialistas, de cerca de 20 minutos de duração. Um diferencial é que todas as aulas em vídeo receberam por iniciativa da Escola de Extensão da Unicamp e do laboratório de Libras da universidade uma “janela em libras”, com vistas à inclusão de professores e alunos com deficiência auditiva, contou ao Café História Cristina Meneguello, coordenadora do curso.

Historia-da-Africa
Curso é voltado para professores do Ensino Básico. Foto: Unplash, João Silas.

As inscrições já estão abertas e finalizam no dia 30 de novembro. O curso acontece entre 4 de dezembro de 2017 e 3 de março de 2018. É quase todo a distância, tendo apenas um momento presencial, ao final, e estará disponível em Libras. Cristina Meneguello, José Alves de Freitas Neto e Raquel Gryszczenko Alves Gimes são os professores(as).

Para maiores informações, clique aqui.

5 Comentário

  1. Olá!
    Acredito que professores de Educação Infantil deveriam ter acesso ao conteúdo também, por ser a primeira etapa da educação básica e por ser um espaço onde enfrentamos muito o racismo institucional, pois a resistência em falar sobre a África e sua cultura, povo, enfim… é muito impedida, com argumentos vagos e preconceituosos….

  2. A história, além de ser um álbum riquíssimo de fotos reais do passado, é, sobretudo, caminhos percorridos pela humanidade com seus respectivos saldos e resultados, oferecendo, assim, uma retomada de consciência para novos passos no presente com algumas possibilidades no futuro, fruto de lições encarnadas com o fazimento da própria história e das de outrem.

  3. Inegável a importância do curso, todavia esse preço para pouco de mais de 40hs, fica inviável para muitos professores, porque teremos que desembolsar uma quantia relativamente alta, para os padrões da educação brasileira. De qualquer forma parabéns pela iniciativa.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*