Revista de história lança portal multimídia para ampliar leitores e democratizar o conhecimento

HH Magazine foi idealizada por editores da História da Historiografia. Estrutura flexível e colaborativa visa incentivar a inovação na área.

Bruno Leal | Agência Café História

O periódico acadêmico História da Historiografia, um dos mais bem avaliados no campo da Historiografia e da Teoria da História no Brasil, acaba de lançar um novo projeto: a HH Magazine. Vinculado ao periódico, a HH Magazine é um portal online e colaborativo que publicará conteúdos que não se encaixam dentro dos atuais moldes dos periódicos científicos, mas que são igualmente qualificados e fundamentais para a democratização do conhecimento acadêmico. Estão previstos comentários, entrevistas, ensaios, traduções, resenhas, podcasts, tirinhas, textos de opinião, etc. O site já está no ar (clique aqui) e aceitando propostas.

HH-Magazine
Portal já está no ar: https://hhmagazine.com.br/dêmico

A principal missão da HH Magazine é oferecer uma plataforma para professores, pesquisadores, estudantes e demais interessados a divulgarem seus trabalhos em História, além de permitir e incentivar a experimentação de formas mais dinâmicas para discussão de temas caros ao campo historiográfico e das humanidades.

Nesta quinta-feira, o Café História conversou com Valdei Lopes de Araújo, professor do Departamento de História da Universidade Federal de Ouro Preto e um dos responsáveis pela HH Magazine. Araújo explicou como surgiu a ideia:

– Havia muito debate dentro da revista História da Historiografia quanto à abertura para novos formatos, para gêneros mais ensaísticos e para audiovisual. Mas o fato é que uma revista acadêmica, hoje em dia, é bastante engessada pelas regras de avaliação, que são internacionais. Então, a gente acabou tentando resolver essa demanda criando uma plataforma nova, mais experimental, uma plataforma independente, mas em diálogo com o periódico original. A Magazine é voltada para a História Pública, para a Teoria e História da Historiografia, para a Divulgação de História, voltada também para a experimentação para novos modelos de conteúdo. Então, eu diria que ela surge dentro do próprio amadurecimento da própria História da Historiografia como uma revista acadêmica que sempre esteve preocupada com inovação, novos formatos e modelos, mas que se viu limitada pela política de avaliação dos periódicos.

Araújo disse também que a HH Magazine buscará mobilizar pesquisadores interessados em formas mais flexíveis de comunicação. E completou dizendo que o projeto visa falar com um público mais amplo do que o público da História da Historiografia, isto é, para além de estudantes de pós-graduação, o projeto quer alcançar graduandos e o público em geral.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*