Universidade de Pernambuco recebe congresso de estudos sobre África e Brasil

O evento, que acontece em setembro, é um dos mais importantes sobre o tema no país. Inscrições de trabalho podem ser feitas até maio.

Agência Café História

Acontece entre os dias 18 a 21 de setembro de 2017, na Universidade de Pernambuco (UPE), campus Garanhuns, o II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil: culturas híbridas, identidades plurais. O evento divide-se em dez grupos de trabalhos que abordam diferentes temáticas relacionadas ao universo africano e afrodescendente. Interessados (as) em apresentar trabalhos devem inscrever suas comunicações até o dia 21 de maio. Estudante de graduação pagam R$60,00; Professor (a) de Educação Básica, R$ 70,00; Estudante de Pós-Graduação (lato e stricto sensu), R$ 100,00; Professor (a) universitário, R$ 150,00.

Congresso-Africa
Evento promete reunir centenas de especialistas no campo. Foto: Unplash / João Silas.

Os resumos submetidos aos Grupos de Trabalhos (GTs) devem ser dirigidos a uma das seguintes áreas temáticas contempladas: Literatura Brasileira; Literaturas Africanas; Literatura Afro-Brasileira ; História e Cultura da Diáspora e dos Povos Africanos; História e Cultura dos Povos Indígenas; Educação para as Relações Étnico-Raciais; Aspectos Psicossociais da Cultura Africana e dos Povos Indígenas; Cinema e Educação da Cultura Africana e dos Povos Indígenas; Influência das Línguas Africanas e Ameríndias na Formação do Português Brasileiro; Antropologia e Sociologia dos Povos Africanos e dos Povos Indígenas.

O II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil é organizado pelo Núcleo de Estudos sobre África e Brasil (NEAB/UPE), que foi criado pelo grupo de pesquisa “Identidades Culturais: preservação e transitoriedade na cultura afro-brasileira”, que tem o objetivo “contribuir, por meio do ensino, pesquisa e extensão para o debate em torno da qualidade de vida das comunidades afrodescendentes, na busca de minimizar as desigualdades sociais para o exercício da cidadania”.

Para maiores informações sobre o evento, clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*